Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

São Paulo: prédios com mais de três andares podem ser obrigados a instalar telhados verdes

Mäyjo, 24.02.14

São Paulo: prédios com mais de três andares podem ser obrigados a instalar telhados verdes

No dia 21 de Novembro de 2013, a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de São Paulo, no Brasil, promoveu uma audiência pública para discutir um projecto que obriga os condomínios comerciais e residenciais com mais de três andares e instalar telhados verdes nas suas coberturas.

 

Segundo Marina Santanna, que pediu a audiência, o objectivo é “reduzir os efeitos do aquecimento global nos centros urbanos, a formação de microclimas que ajudem a dissipar o calor nos edifícios e a diminuição dos efeitos das precipitações pluviométricas, entre outras vantagens para o ambiente urbano”.

 

Entre as entidades convidadas para a audiência, destaque para associações ligadas à arquitectura e habitação, instituições bancárias, tecnologias verdes e resíduos.

 

“É sabido que um dos problemas ambientais dos grandes centros urbanos são as ilhas de calor, que ocorrem com o aumento da temperatura ambiente causado pela excessiva concentração de áreas edificadas e a carência de áreas verdes”, afirmou a deputada.

 

“Esta iniciativa vai contribuir com o controlo da temperatura, com o aumento a extensão das áreas verdes e da biodiversidade nos espaços urbanos e consequentemente com a qualidade de vidas das pessoas”, acrescentou Marina Santanna.

 

Segundo a justificativa da proposta entre os vários benefícios da adopção do “telhado verde” destacam-se a manutenção da humidade relativa do ar constante em torno da edificação, a formação de microclima e microssistema, com a presença de várias espécies de plantas e animais, o aumento na quantidade de verde nos centros urbanos e ainda a contribuição no combate ao efeito estufa, mediante o sequestro de carbono na atmosfera. Já as condições e os prazos para a implantação do “telhado verde” serão estabelecidos pelos poderes executivos estaduais.

Ainda segundo o projecto, apenas serão admitidos como “telhado verde” as coberturas de vegetação composta, basicamente, pela impermeabilização, protecção contra raízes, drenagem, filtragem, substrato e vegetação.

 

Foto:  Instituto Cidade Jardim / Creative Commons


Fonte: Green Savers